Visite o nosso site hatch.com

Redes sociais:  Hatch on LinkedIn | @HATCHglobal on Twitter | Hatch on YouTube

Modernizar mineração e metais

Enfrentar desafios e adotar inovação na transição para o metal verde

JOE PETROLITO, Diretor Geral, Bulk Metals
PETER WEBER, Diretor, Metais, Europa

O setor de metais enfrenta metas ambientais agressivas, desafios significativos de investimento para implementar tecnologias transformadoras e concorrência global que gera margens apertadas. Para prosperar neste cenário dinâmico, os líderes do setor devem conhecer e se ajustar às transições do mercado e alavancar as melhores tecnologias para se manter à frente.

O desafio é claro: Como implementamos mudanças significativas de tecnologia mantendo o equilíbrio com as expectativas sociais e do mercado? Em um setor conservador e de capital intensivo, o risco percebido no processo dificulta a aceitação de novas tecnologias. Mas, com a pressão crescente para descarbonização, uma mudança está ocorrendo. Os produtores globais de metal têm buscado caminhos mais verdes e reconhecido a necessidade de conhecimento especializado em projeto de tecnologia, escalonamento de processos e
tecnologias de produção verde de baixa emissão.

O compromisso das empresas responsáveis com a descarbonização tem acelerado o avanço das tecnologias de fornos elétricos e fluxogramas alternativos de produção que podem aproveitar a energia renovável. Do aço ao alumínio, firmamos parcerias com clientes e stakeholders para alavancar nossos recursos e experiência incomparáveis para oferecer soluções sustentáveis que atendam aos desafios mais complexos do setor.

Estamos na vanguarda da tecnologia por anos, como comprovado por nossos fornos elétricos de redução (fornos CRISP e CRISP+), que agora estão sendo utilizados pela indústria siderúrgica. Ao combinar com as tecnologias de ferro diretamente reduzido, os fornos de redução CRISP e CRISP+ são capazes de descarbonizar a cadeia de valor de ferro e aço ao substituir o carbono fóssil por energia elétrica de baixa emissão.

O CRISP foi desenvolvido há quase duas décadas para produzir aço líquido com baixo carbono a partir de ferro diretamente reduzido (DRI, sigla em inglês) em uma etapa, substituindo altos-fornos intensivos em carbono e fornos básicos a oxigênio. Quando combinado com as tecnologias mais modernas de DRI, o CRISP pode substituir quase todo o carbono para produzir aço líquido com hidrogênio. O mais novo forno CRISP+ produz metal quente contendo carbono que substitui o metal quente do alto-forno na produção de aço em fornos a oxigênio ou produz ferro gusa para venda comercial.  

A transição para metais verdes não se trata apenas de adaptar novas tecnologias; trata-se de uma transformação abrangente em toda a cadeia de valor. Do projeto conceitual inicial e implementação ao gerenciamento de ativos após o start-up, nossa abordagem de EPCM desempenha um papel fundamental. A entrega de projeto digital simplifica nossas fases de planejamento e projeto, garantindo alocação eficiente de recursos e redução de perdas, especialmente para investimentos de bilhões de dólares. Com as indústrias de metais enfrentando uma mudança transformadora, o desenvolvimento de projetos necessita de uma abordagem holística que considere toda a cadeia de valor, da matéria-prima ao portfólio de produtos finais, É aqui que a nossa vantagem tecnológica, combinada com conhecimento especializado e implementação de projetos, é mais valiosa.

O coração do metal verde está nos fornos elétricos alimentados por fontes de energia renováveis. Nossos especialistas em processo trabalham de forma colaborativa com a nossa prática de mudança climática para estar em conformidade com as metas climáticas globais, desenvolver estratégias competitivas e garantir uma conectividade global abrangente com outros setores da indústria, como o setor automotivo e o setor de baterias.

Para os nossos especialistas em metal verde, não é a velocidade de entrada no mercado que mais importa, mas a velocidade de inovação e implementação bem-sucedida de novas tecnologias. Temos enfrentado os desafios globais mais complexos adotando uma abordagem inovadora e criando soluções em tudo que fazemos. Com visão de futuro e intenção, juntos vamos liderar o caminho para um futuro mais limpo e sustentável. 

Compartilhar esta página

Insights

Download

Performance Innovations PDF download

Performance INNOVATIONS
2023
PDF

Projects

Hub Rochester – Li-Cycle

A Li-Cycle, em colaboração com a Hatch, está construindo a primeira instalação de recuperação hidrometalúrgica de recursos de bateria em Rochester, Nova York, conhecida como Hub Rochester.

Forno de cozimento de anodo com novo revestimento da Alouette

O revestimento do ABF-1 integra uma nova tecnologia de forno, aumentando a eficiência e a operação do forno.

O revestimento de um segundo forno (ABF-2) está previsto para 2024. O trabalho executado nos fornos ABF-1 e a ABF-2 garantirá que a Alouette possa continuar produzindo alumínio de forma eficiente, diminuir sua pegada de carbono e acomodar o crescimento futuro.

Projeto Imerys British Lithium

O condado de Cornwall na Inglaterra é o centro de três projetos estratégicos de extração de lítio. O projeto Imerys British Lithium (IBL) é uma dessas três minas. O IBL é um projeto de mineração de rocha dura, com uma refinaria associada com capacidade de 20 ktpa de carbonato de lítio (Li2CO3) localizada em uma mina de argila caulinita existente. O objetivo do IBL é ser o primeiro projeto de Li2CO3 da Europa até 2028.

Piloto do forno elétrico de redução da BHP

BHP e Hatch estão trabalhando no projeto e no desenvolvimento de uma instalação piloto para um forno elétrico de redução (ESF, sigla em inglês) para acelerar a adoção de novas tecnologias de fabricação de ferro e aço, oferecendo aos clientes de siderurgia da BHP alternativas para reduzir a intensidade das emissões de dióxido de carbono (CO2) na produção de aço usando minério de ferro das minas Pilbara da BHP.

▵▵▲ Topo ▲▵▵