Visite o nosso site hatch.com

Redes sociais:  Hatch on LinkedIn | @HATCHglobal on Twitter | Hatch on YouTube

Modernizar mineração e metais

Expandir a cadeia de valor na nova onda da eletrificação

ANDREA DE MORI, Diretor Geral, Minerais e Baterias
SIDDARTH SUBRAMANI, Diretor Global, Lítio

A mudança para uma economia centrada em bateria tem sido impulsionada pela necessidade urgente de reduzir as emissões de carbono e fazer a transição para alternativas sustentáveis. Com governos e organizações definindo metas ambiciosas para reduzir as emissões de gases de efeito estufa e aumentar a utilização de veículos elétricos e energia renovável, a produção de baterias tem vivenciado uma mudança enorme.

O setor de baterias está passando por uma transformação significativa, remodelando as cadeias de valor estabelecidas de mineração e produção. Vários stakeholders têm se desenvolvido neste cenário dinâmico, incluindo produtores tradicionais, startups de mineração e tecnologia, comerciantes e órgãos públicos que são impulsionados pelas tecnologias de ponta na corrida para uma rápida implementação.

Para navegar neste ecossistema complexo, é essencial adotar uma abordagem abrangente e integrada. É necessário um profundo conhecimento dos recursos naturais, materiais de bateria, produção de células e reciclagem, abrangendo o fornecimento da bateria e o ciclo de vida completo da bateria. As organizações se beneficiam de parceiros estratégicos capazes de harmonizar mineração, processamento e produção, ao mesmo temo que viabilizam as relações entre mineradoras e fabricantes de equipamentos originais na indústria automotiva.

Em meio à atual onda de eletrificação, surge um desafio — um aumento na demanda por materiais de bateria que ultrapassa a oferta. Este cenário reflete o boom das commodities no início dos anos 2000, uma época marcada por uma série dos nossos projetos emblemáticos. Hoje, aproveitamos o aprendizado dessa época para atender às necessidades urgentes do setor de baterias. A indústria tem se ajustado ao aumento recente de investimentos em vários metais, incluindo lítio e níquel, mas é prejudicada por uma redução da competência coletiva de desenvolver projetos resultante da pandemia recente e da desaceleração do mercado entre 2013-2017.

Uma maneira de lidar com esse desafio da competência é redefinir o engajamento da indústria, os métodos de execução, os processos tradicionais e as estruturas da mão de obra. Uma valiosa lição aprendida do boom das commodities na década de 2000 está na importância de um projeto minucioso, na execução eficiente e nas soluções personalizadas como receita para o sucesso. Adotar uma abordagem EPCM que coloque engenharia de processo na sua essência garante uma entrega de projetos de sucesso ao destacar a execução customizada e preservar o propósito da tecnologia. Atingir o equilíbrio adequado entre velocidade e desenvolvimento seguro e sustentável é algo que os principais players do setor precisam e valorizam.

Elementos químicos usados em baterias, produção de células e reciclagem são indústrias que têm reunido novas parcerias e criado uma cultura de colaboração. Esses mercados emergentes oferecem uma grande oportunidade para inovação e desenvolvimento de abordagens inovadoras, principalmente no campo de modelos de projeto-fornecimento. Esses modelos capacitam organizações para tomar decisões fundamentadas, mesmo diante de riscos calculados, com potencial de alcançar resultados positivos para todas as partes.

Comunicação eficaz e liderança de pensamento desempenham um papel fundamental em tempos de transição. Mediante a necessidade de se tomar decisões complexas no negócio, é de extrema importância que as soluções considerem perspectivas multifacetadas, abrangendo consultoria estratégica, tecnologia, engenharia e entrega de projetos focadas nos business cases dos clientes. Essa abordagem abrangente garante que nenhum aspecto crítico seja negligenciado, facilitando uma resolução de problemas mais holística e eficaz.

A jornada para a eletrificação sustentável não será fácil; existe uma ânsia por metais e baterias e experiência global limitada para atender à demanda atual. Como líderes, estamos sempre aprimorando nossas habilidades e promovendo novas parcerias em toda a cadeia de suprimentos do setor de baterias para garantir o desenvolvimento de soluções holísticas. Expandir o setor continua sendo nossa prioridade principal.

Continuamos superando os limites da extração de minerais críticos, produção de produtos químicos de baterias, produção de células e reciclagem, equilibrando desempenho com práticas sustentáveis. No verdadeiro espírito de nosso fundador, Gerry Hatch, que uniu conhecimento de mercado com experiência técnica, inovação e disciplina de gerenciamento de projetos, utilizamos nossa criatividade para priorizar a velocidade de entrada no mercado. Com essa abordagem, continuamos atuando de forma minuciosa e segura ao revelar todo o potencial da eletrificação e nos voltar para um mundo mais verde e sustentável.

Compartilhar esta página

Insights

Download

Performance Innovations PDF download

Performance INNOVATIONS
2023
PDF

Projects

Hub Rochester – Li-Cycle

A Li-Cycle, em colaboração com a Hatch, está construindo a primeira instalação de recuperação hidrometalúrgica de recursos de bateria em Rochester, Nova York, conhecida como Hub Rochester.

Forno de cozimento de anodo com novo revestimento da Alouette

O revestimento do ABF-1 integra uma nova tecnologia de forno, aumentando a eficiência e a operação do forno.

O revestimento de um segundo forno (ABF-2) está previsto para 2024. O trabalho executado nos fornos ABF-1 e a ABF-2 garantirá que a Alouette possa continuar produzindo alumínio de forma eficiente, diminuir sua pegada de carbono e acomodar o crescimento futuro.

Projeto Imerys British Lithium

O condado de Cornwall na Inglaterra é o centro de três projetos estratégicos de extração de lítio. O projeto Imerys British Lithium (IBL) é uma dessas três minas. O IBL é um projeto de mineração de rocha dura, com uma refinaria associada com capacidade de 20 ktpa de carbonato de lítio (Li2CO3) localizada em uma mina de argila caulinita existente. O objetivo do IBL é ser o primeiro projeto de Li2CO3 da Europa até 2028.

Piloto do forno elétrico de redução da BHP

BHP e Hatch estão trabalhando no projeto e no desenvolvimento de uma instalação piloto para um forno elétrico de redução (ESF, sigla em inglês) para acelerar a adoção de novas tecnologias de fabricação de ferro e aço, oferecendo aos clientes de siderurgia da BHP alternativas para reduzir a intensidade das emissões de dióxido de carbono (CO2) na produção de aço usando minério de ferro das minas Pilbara da BHP.

▵▵▲ Topo ▲▵▵